quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

A falência da educação escolar brasileira!

Uma frase conhecida diz: "Se você não sabe como educar seu filho, eduque-o como você foi educado. Pelo menos você sabe no que vai dar". Isso, face a educação proposta nas escolas, em particular as públicas, nas quais se implantam os mais mirabolantes projetos, chega quase a ser um bom conselho.
A escola, de um modo geral, não orienta, não educa, não forma, enfim, não serve para praticamente nada. A não ser para sustentar um batalhão técnicos e professores desestimulados e/ou mal preparados, descompromissados, esperando a aposentadoria chegar.
É nesse contexto que as universidades e faculdades, cujas privadas brotam e crescem como praga, recebem seus alunos e a missão adicional de consertar os estragos pedagógicos das séries anteriores, quando o fazem.
Por traz deste conjunto de coisas, está um sistema econômico cruel e desumano que valoriza o técnico (ação) em detrimento do graduado (pensamento), resultando em uma redução do custo de mão-de-obra para as empresas. Gente que pensa, questiona e protesta, não interessa.
E a consequencia de tudo isso? Esse "ganho" nas empresas se reflete em "perda" para todos nós. Uma espécie de transferência automática do bem público para a privada (iniciativa), via ações curativas na saúde, repressoras na segurança, entre outras.
O vídeo a seguir da uma pequena dimensão do alcance dessa irresponsabilidade educacional.

video

Você discorda? Concorda? Dê sua opinião.

Um comentário:

  1. Um belo trabalho de conhecimento de uma mulher que viveu muito alem do seu tempo. Com um conhecimento profundo sôbre balet, a qual foi elogiada muitas vezes por pessoas q assistia peças de teatro no sul do país e ficavam imprecionados com a professora de balet, na quela pequena cidade do rio g do norte, que era mossoró e queriam conhece-la para parabenizala, isso era uma constante depois das suas apresentações no colégio das freiras em mossoró. Esse colégio fez uma homenagem postuma a d.waldo, q foi recebida por sua sobrinha Aida Mendes.Nã vou mais me estender,só elugiar por essa biografia de d. waldo. Aplausos pelo seu trabalho.ñ tem,

    ResponderExcluir

Faça seu comentário